Acesse o KSI - Kurole Sistema Imobiliário

Tipos de piso de porcelanato para inspirarem a sua decoração

Categoria - Arquitetura e Design

Autor: Cibele Martins - 10/04/2018

A hora de escolher o porcelanato ideal para a casa é sempre difícil. Isso pois existem diversas opções diferentes com acabamentos e objetivos distintos, além da parte estética, é claro. Algumas pessoas optam por usar um mesmo tipo em toda a casa para deixar o visual uniforme e facilitar na hora de decorar os ambientes, mas essa estratégia não é a ideal e pode não valer a pena no final da obra.
 
Cada tipo de porcelanato tem a sua função e é preciso entender a necessidade de cada espaço antes de escolher o seu. Ao definir um tipo para toda a casa você terá menor desempenho em alguns cômodos, visto que a resistência do material pode não atender as necessidade daquele ambiente.
 
O primeiro passo para escolher corretamente o tipo de porcelanato para sua casa é definir seu objetivo no cômodo. Por exemplo: Se for para áreas externas procure um material que tenha resistência total a água, que seja antiderrapante para evitar escorregamento, em casos de piso molhado, e que não seja vulnerável a manchas entre outros defeitos causados pela ação do tempo.
 
Para dentro de casa você pode concentrar os esforços em escolher um piso que seja do seu agrado, tenha resistência ao peso dos móveis e a manchas que podem ser causadas por produtos e desgaste natural.
 
Um dos tipos de porcelanato que temos é o polido, que tem a superfície lisa. Ele é indicado para partes que possuem pouco ou nenhum contato com a água, por serem perigosos e escorregadios. Para amenizar os problemas caso você tenha piso com esse tipo de acabamento nas áreas próximas à piscina ou descobertas da casa, é possível utilizar um capacho.
 
O próximo tipo de porcelanato é o esmaltado. Nele, é feita a cobertura da peça com uma camada de esmalte, em superfície que pode ser lisa ou áspera, brilhante ou fosca.
 
Um fator que deve ser considerado ao escolher este tipo é o PEI, que indica a resistência do esmalte. Quanto maior, mais resistente. Os porcelanatos esmaltados mais seguros são os menos brilhantes, que possuem menor chance de escorregar.
 
O porcelanato estruturado possui superfície áspera, sendo utilizado na maioria das vezes, em áreas de piscina e banheiros. São escolhidos para essa situação, porque possuem maior aderência a ambientes molhados, evitando a chance de que ocorram quedas devido ao piso escorregadio.
 
Todo o cuidado é necessário na escolha do porcelanato para essas áreas, visto que o risco pode ser grande, principalmente para pessoas com mais idade ou crianças.
 
Uma escolha bastante resistente e pouco escorregadia é o porcelanato natural, com superfície 100% fosca. Costuma ser utilizado principalmente em garagens e quintais residenciais ou galpões comerciais. Tem este nome, pois dispensa o polimento ou esmaltação da peça.
O porcelanato também pode ganhar um acabamento esmaltado sem brilho, com leve aspecto fosco, conhecido como acetinado. Neste tipo de piso, é possível atingir características de pedras naturais, porém, com custo muito inferior.
Este material tende a ser resistente, fácil de limpar (sem deixar manchas) e possui baixa absorção de água. Por não ser polido, garante também menores riscos de quedas por derrapagem na superfície.
 
O porcelanato lapado é também capaz de reproduzir a aparência de pedras naturais, porém, com um leve brilho nas superfícies mais “altas”, em alto relevo. Neste tipo de peça, são feitos pequenos sulcos para dar acabamento em relevo na cerâmica.
 
O polimento dá brilho em apenas alguns pontos do porcelanato, para que simule um desgaste natural como acontece nas pedras de verdade. Por fim, o porcelanato externo é feito para resistir ao contato frequente com água, pois possui superfície abrasiva e antiderrapante. É ótimo para áreas externas abertas ou imóveis com piscina.

Fonte: www.imovelweb.com.br